sábado, 21 de novembro de 2009

Cada pedaço de mim...





"Cada pedaço de mim sabe o inferno que é ser sol em noites de chuva,
ser cor nos cinzas dos edifícios,
ser luz na escuridão das manhãs.
Cada todo de ti sabe a delícia que é ser flor nas asas do vento,
ser cristal nos olhos das fadas,
ser azul no fundo do mar.
Cada suspiro de nós sabe a angústia que é ser só um na multidão dos dias,
ser muito na pobreza da esquina,
ser ninguém na roda da vida.
Enquanto isso os relógios se vão,
e vêem aqueles que sabem o que é apenas ser na ausência do nada".







Patricia Pirota

2 comentários:

Patrícia Pirota disse...

Oi Juliana,
tudo bem?

Escrevo esse comentário por uma coisa um tanto inusitada...
Não sei como, mas alguém espalhou esse poema que você postou como sendo da Clarice Lispector, mas, na verdade, ele é meu.

Ao mesmo tempo em que me sinto extremamente feliz de ser comparada com ela, gostaria de esclarecer que fui eu quem escrevi...

Enfim, espero que possa entender.

Obrigada pela sua atenção.

Juliana disse...

Patricia Boa noite



Obrigada por me avisar, nao gosto de colocar os autores errados no blog.

estou corrigindo agorinha mesmo.



No mais espero q tenh gostado do meu site, e se tiver algo mais seu, me avise. Adorei seu poema.!!! se vc tiver algum site com outros me passe, e de se me dar a oportunidade gostaria de incluir no meu blog (logico q agora com a autoria correta)

Obrigada e forte abraços

Ju